Guiados pela Fé manifestam o seu “Querer Crer”

Tinha chegado, finalmente, o dia que há tanto tempo esperavam e desejavam: o dia em que iam professar pela sua própria voz este “querer crer”! Por isso chegaram alegres e cheios de entusiasmo ao salão nobre do Seminário, respondendo assim ao convite que Jesus e esta comunidade de fé lhes tinha feito. Todos transpareciam uma luz interior própria de quem está feliz neste caminho que é descobrir a fé. Era para todos os catequistas uma grande alegria acompanhar mais uma vez esta multidão vestida de branco até ao altar de mais uma celebração.

E assim entraram na Igreja do Seminário, irradiando esta luz. A partir deste momento solene estes jovens dão o seu passo maior nesta comunidade que é a Igreja. E haverá coisa melhor do que sentir-se parte de uma comunidade que acredita nos valores de Jesus? Enquanto cristãos neste passo maior de crescimento, encheram a comunidade de esperança e ternura. As suas palavras iniciais falaram bem alto e deixaram um alento doce em toda a Celebração da Festa. Os pais destes jovens expressaram também a alegria do seu caminho em família: “Filhos, purificastes os nossos corações, deste-nos uma razão para crescer na fé cristã e para acreditar ainda mais que as nossas famílias são de Deus.” A voz do Alto fez-se ouvir e aquela imensidão de jovens deixou-se seduzir por esta alegria Maior que brilhará nas suas vidas. De peito aberto e voz ao rubro, gritaram bem alto o que sentiram: “Nada poderá me abalar; nada poderá me derrotar; Pois minha força e vitória, Tem um nome … É Jesus!”

O tempo de preparação para esta Profissão na Fé cristã envolveu todos – estes jovens, os seus pais, os seus padrinhos e a família alargada, os catequistas e toda a comunidade Passionista. Todos juntos fizemos caminho em missão com estes jovens, em nome de Jesus e ao serviço dos carismas desta comunidade Passionista – os nossos jovens vão continuar a crescer na fé e nós, pais, padrinhos e catequistas, acompanhamos a alegria deles e o sonho que Deus quer concretizar neles. A ternura maior de quem se dá e deixa a luz desta juventude crescer é a nossa verdadeira recompensa. A luz deles vai seguir connosco sempre – levamos esta certeza no coração.

Um abraço amigo também ao nosso sempre companheiro João Paulo Silva e a todos os pais, pelo espírito de serviço e comunidade, pela doação e pelo testemunho de vida e entrega. Que força e ânimo se sentiu, acompanhada da inspiração magnífica do nosso Coral Sorrisos do Mundo da comunidade Passionista. Houve festa e alegria porque estes 110 jovens se deixaram guiar pelo dom da Fé e as suas vozes de entusiasmo vão ecoar sempre em nós o espírito da sua profissão solene: “Onde houver dúvida, que eu leve a Fé!” (S. Francisco)

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload