Pai-Nosso: o Pai da Ternura

No sábado, dia 29 de maio, dividido em duas celebrações (11h30 e 16h30) a Igreja encheu-se de 140 crianças do grupo Filhos Amados do Pai, para celebrar a Festa do Pai Nosso, inserida na Solenidade da Santíssima Trindade.


Trindade com Deus Pai, criador do céu e da terra, que ama incondicionalmente cada um; com Jesus Cristo, nosso Senhor e nosso irmão, que com palavras e gestos mostra a ternura de Deus e ensina como é o Pai; e com o Espírito Santo, Senhor e fonte de vida, que nos recorda as palavras de Jesus e ensina-nos a rezar. Foi de olhar fixo na Santíssima Trindade que as celebrações se iniciaram animadas pelos Sorrisos do Mundo com o cântico “Grande é o Amor de Deus”.


Ao pedido dos discípulos: “Senhor, ensina-nos a rezar!” (frase que intitula o segundo catecismo), Jesus apresenta-lhes a oração do Pai Nosso. A exemplo dos discípulos, os Filhos Amados do Pai aprenderam ao longo deste ano catequético esta bela oração ao Pai, o significado de cada frase e a mensagem de AMOR, PAZ, PERDÃO E ESPERANÇA que pretende transmitir.


Empenhados solenemente em verbalizar o que tinham aprendido, as crianças do 2º Ano, juntamente com os familiares presentes, rezaram com palavras e gestos a oração do Pai Nosso. Em ação de graças cantaram e gesticularem que “É bom, é muito bom, é muito bom ter Jesus no coração”!...


Receberam o merecido diploma e um pequeno mimo (uma dezena) para os ajudar na oração diária.


Para todos nós, que a oração do Pai Nosso seja fonte de amor e da esperança que nos ajuda a caminhar juntos, guiados por Ele, na certeza de que não estamos sós!