top of page

Com Alegria… toca Jesus!

Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo

Domingo XXXIV do Tempo Comum – Ano A

EVANGELHO - Mt 25,31-46

Naquele tempo,

disse Jesus aos seus discípulos:

«Quando o Filho do homem vier na sua glória

com todos os seus Anjos,

sentar-Se-á no seu trono glorioso.

Todas as nações se reunirão na sua presença

e Ele separará uns dos outros,

como o pastor separa as ovelhas dos cabritos;

e colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.

Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita:

'Vinde, bem-ditos de meu Pai;

recebei como herança o reino

que vos está preparado desde a criação do mundo.

Porque tive fome e destes-Me de comer;

tive sede e destes-Me de beber;

era peregrino e Me recolhestes;

não tinha roupa e Me vestistes;

estive doente e viestes visitar-Me;

estava na prisão e fostes ver-Me'.

Então os justos Lhe dirão:

'Senhor, quando é que Te vimos com fome

e Te demos de comer,

ou com sede e Te demos de beber?

Quando é que Te vimos peregrino e Te recolhemos,

ou sem roupa e Te vestimos?

Quando é que Te vimos doente ou na prisão e Te fomos ver?'

E o Rei lhes responderá:

'Em verdade vos digo: Quantas vezes o fizestes

a um dos meus irmãos mais pequeninos,

a Mim o fizestes'.

Dirá então aos que estiverem à sua esquerda:

'Afastai-vos de Mim, malditos, para o fogo eterno,

preparado para o demónio e os seus anjos.

Porque tive fome e não Me destes de comer;

tive sede e não Me destes de beber;

era peregrino e não Me recolhestes;

estava sem roupa e não Me vestistes;

estive doente e na prisão e não Me fostes visitar'.

Então também eles Lhe hão de perguntar:

'Senhor, quando é que Te vimos com fome ou com sede,

peregrino ou sem roupa, doente ou na prisão,

e não Te prestámos assistência?'

E Ele lhes responderá:

'Em verdade vos digo: Quantas vezes o deixastes de fazer

a um dos meus irmãos mais pequeninos,

também a Mim o deixastes de fazer'.

Estes irão para o suplício eterno

e os justos para a vida eterna».

 

Devemos ler esta passagem de Mateus dentro do seu contexto. Jesus, nas parábolas anteriores, convidava-nos a estarmos vigilantes e preparados, fazendo render os nossos talentos que Ele mesmo nos deixou. Então o que é estar vigilante e preparado? Como fazer render os dons que d’Ele recebemos? O reino de Deus como se constrói? A resposta de Jesus parece ser óbvia: vive com Amor! E amando os mais débeis e desfavorecidos, encontrarás o próprio Jesus! Então, com Alegria… toca Jesus!

Jesus, com as suas palavras de hoje, diz-nos claramente que seremos julgados pelo Amor, isto é, que o sentido da nossa vida reside na vivência do Amor. Se amas Jesus, serás feliz! Mas não te esqueças, se O amas, tens de amar aqueles de quem Ele se fez irmão, ou seja, toda e qualquer pessoa. Por isso, vai e, com Alegria…, toca Jesus! No outro, em cada irmão ou irmã, encontrarás Jesus!

O faminto, o sedento, o peregrino, o maltrapilho, o doente ou o encarcerado…, podem morar à tua porta ou mesmo dentro da tua casa. Estás atento? És capaz de descobrir o rosto de Jesus em cada pessoa? Vives com compaixão efetiva para com aqueles que mais precisam de gestos de solidariedade até para sobreviver? A vida não é para ser guardada; é para ser vivida, partilhada, oferecida! E nunca é tarde para começar! Hoje, aqui e agora, estás disposto a viver? Então vai e, com Alegria… toca Jesus!

 

bottom of page