top of page

Com alegria… sê discípulo de Jesus!
Domingo X do Tempo Comum – Ano B

EVANGELHO – Mc 3, 20-35
Naquele tempo,
Jesus chegou a casa com os seus discípulos.
E de novo acorreu tanta gente,
de modo que nem sequer podiam comer.
Ao saberem disto, os parentes de Jesus
puseram-se a caminho para O deter,
pois diziam: «está fora de Si».
Os escribas que tinham descido de Jerusalém diziam:
«Está possesso de Belzebu,
e ainda:
«É pelo chefe dos demónios que Ele expulsa os demónios».
Mas Jesus chamou-os e começou a falar-lhes em parábolas:
«Como pode Satanás expulsar Satanás?»
Se um reino estiver dividido contra si mesmo,
tal reino não pode aguentar-se.
E se uma casa estiver dividida contra si mesma,
essa casa não pode aguentar-se.
Portanto, se Satanás se levanta contra si mesmo e se divide,
não pode subsistir: está perdido.
Ninguém pode entrar em casa de um homem forte
e roubar-lhe os bens, sem primeiro o amarrar:
só então poderá saquear a casa.
Em verdade vos digo:
Tudo será perdoado aos filhos dos homens:
os pecados e blasfémias que tiverem proferido;
mas quem blasfemar contra o Espírito Santo
nunca terá perdão: será réu de pecado eterno».
Referia-Se aos que diziam:
«Está possesso dum espírito impuro».
Entretanto, chegaram sua Mãe e seus irmãos,
que, ficando fora, mandaram-n’O chamar.
A multidão estava sentada em volta d’Ele,
quando Lhe disseram:
«Tua Mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura».
Mas Jesus respondeu-lhes:
«Quem é minha Mãe e meus irmãos?»
E, olhando para aqueles que estavam à sua volta, disse:
«Eis minha Mãe e meus irmãos.
Quem fizer a vontade de Deus
esse é meu irmão, minha irmã e minha Mãe».


Quem é verdadeiramente Jesus para ti? O Evangelho deste Domingo começa por referir que Jesus chegou a casa com os seus discípulos. Para viver a fé é necessário construir esta proximidade e familiaridade com Jesus. Estás disponível para aceitar o seu convite? Então, vai à igreja, a casa de Jesus, integra-te na comunidade e, com alegria… sê discípulo de Jesus!


Somos confrontados também neste Evangelho com a atitude da família de sangue de Jesus: pelo que ouviam falar acerca d’Ele, julgavam-no fora de si e vão à sua procura para O deter! Também nós, se vivermos ao estilo de Jesus, gastando a nossa vida e as nossas energias ao serviço dos outros, fazendo o bem sem esperar recompensas, poderemos muitas vezes não sermos totalmente compreendidos, até por aqueles que nos são próximos. Acreditas que vale a pena, apesar de tudo aquilo que o mundo nos propõe como caminho de felicidade, seguir a lógica de Jesus? Com coragem e com alegria, sê, então, discípulo de Jesus, seguindo-O cada vez mais de perto!


Jesus é, por excelência, Aquele que Se deixa guiar pelo Espírito Santo, pois é o Filho de Deus. E Jesus dá-nos esse mesmo Espírito para O podermos acolher como Senhor e Salvador, e, assim, estarmos a seu lado na luta contra o mal presente no mundo e também no nosso coração. No nosso Batismo comprometemo-nos a viver como filhos de Deus, sabendo dizer “não” a Satanás que é o pai da mentira! Não podermos, por isso, viver uma vida dupla, fingida, querendo, como se costuma dizer, agradar a Deus e ao diabo! Para viveres na verdade, como filho de Deus que és, com alegria… sê discípulo de Jesus!


Para Jesus, sem desprimor pela sua Mãe e outros parentes, a sua família são aqueles que, como Ele, fazem a vontade do Pai. Na oração do Pai-Nosso assim rezamos também, pedindo a Deus que se faça a sua vontade tanto na terra como no céu. Então, se desejas ser da família de Deus, seu verdadeiro filho, com alegria… sê discípulo de Jesus!

bottom of page