Levanta-te e… converte-te!

III Domingo da Quaresma – Ano C

EVANGELHO – Lc 13,1-9

Naquele tempo,

vieram contar a Jesus

que Pilatos mandara derramar o sangue de certos galileus,

juntamente com o das vítimas que imolavam.

Jesus respondeu-lhes:

«Julgais que, por terem sofrido tal castigo,

esses galileus eram mais pecadores

do que todos os outros galileus?

Eu digo-vos que não.

E se não vos arrependerdes,

morrereis todos do mesmo modo.

E aqueles dezoito homens,

que a torre de Siloé, ao cair, atingiu e matou?

Julgais que eram mais culpados

do que todos os outros habitantes de Jerusalém?

Eu digo-vos que não.

E se não vos arrependerdes,

morrereis todos de modo semelhante.

Jesus disse então a seguinte parábola:

«Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha.

Foi procurar os frutos que nela houvesse,

mas não os encontrou.

Disse então ao vinhateiro:

‘Há três anos que venho procurar frutos nesta figueira

e não os encontro.

Deves cortá-la.

Porque há-de estar ela a ocupar inutilmente a terra?’

Mas o vinhateiro respondeu-lhe:

‘Senhor, deixa-a ficar ainda este ano,

que eu, entretanto, vou cavar-lhe em volta e deitar-lhe adubo.

Talvez venha a dar frutos.

Se não der, mandá-la-ás cortar no próximo ano».

 

Vítimas de crimes, de acidentes, de doenças graves ou morte súbita… não se trata de castigo de Deus! Porém, ainda que vivas 100 anos, com saúde e prosperidade material, a tua vida pode ser, também ela, um autêntico fracasso, um verdadeiro desperdício!...

Deus é paciente e espera serenamente pela tua conversão. Mas és tu quem tem de decidir se queres ou não ser feliz a sério! Então, porquê adiar? Amanhã pode ser tarde demais!

 

Quando procuras a felicidade fora de ti, naquilo que é efémero e passageiro, nunca te sentirás satisfeito! A tua gradeza está em produzir bons frutos para os outros, em deixar uma marca de eternidade na vida dos teus irmãos!

Levanta-te, pensa nos dons que Deus te deu, deixa Jesus cavar o teu terreno e deitar-lhe o adubo da Sua Palavra, e… converte-te!