top of page

Com Alegria… vigia!

Domingo I do Advento – Ano B

EVANGELHO - Mc 13,33-37

Naquele tempo,

disse Jesus aos seus discípulos:

«Acautelai-vos e vigiai,

porque não sabeis quando chegará o momento.

Será como um homem que partiu de viagem:

ao deixar a sua casa, deu plenos poderes aos seus servos,

atribuindo a cada um a sua tarefa,

e mandou ao porteiro que vigiasse.

Vigiai, portanto,

visto que não sabeis quando virá o dono da casa:

se à tarde, se à meia-noite,

se ao cantar do galo, se de manhãzinha;

não se dê o caso que, vindo inesperadamente,

vos encontre a dormir.

O que vos digo a vós, digo-o a todos: Vigiai!».

 

Se é verdade que o Natal nos faz celebrar o Nascimento de Jesus, para que o acontecimento de há mais de dois mil anos se torne atual para nós, e o Advento é o tempo de preparação para essa celebração, a verdade é que este tempo também nos faz olhar para a segunda vinda de Cristo, quando vier implementar definitivamente o seu Reino. E isto para quê? Não para vivermos receosos por esse dia nem para fazermos cálculos, mas para tomarmos consciência que até lá, nós, os discípulos de Jesus, temos uma missão, uma tarefa. Cabe-te a ti e a mim tornar presente Jesus para os nossos irmãos. Assim, com Alegria… vigia!

Segundo as palavras de Jesus esta semana, Ele deu-te uma tarefa específica e plenos poderes! Tens procurado descobrir, cada dia, qual é essa tua tarefa, qual é o teu lugar na Igreja e na Sociedade segundo o projeto de Deus? Para isso, deves estar atento à sua voz e aos sinais que o tempo presente te oferece. Portanto, com Alegria… vigia!

Ter plenos poderes parece ser algo muito agradável, mas apenas aumentam a tua responsabilidade pois, com a tua liberdade e criatividade, deves realizar bem a tarefa que te compete. Podemos estar adormecidos, pensando que ainda há muito tempo pela frente, ou simplesmente pouco empenhados e, assim, deixamos de fazer aquilo que o Senhor espera de nós. É hora de acordar e de viver a tua fé de forma comprometida, porque a todos nos é confiada a missão de cuidar desta casa que é a Igreja de Cristo: com Alegria… vigia!

Se é verdade que é ao porteiro que lhe é confiada a missão de vigiar – e para nós o porteiro pode ser o Papa, os Bispos, os padres e todos aqueles que têm a responsabilidade de governar –, também é igualmente verdade que Jesus nos convida a todos a vigiar! Assim, todos devemos estar atentos uns aos outros, não para apontar os seus erros, mas para nos ajudarmos a viver no Amor de Deus, cuidando de quem mais precisa. Então, vai e, com Alegria… vigia!

 

bottom of page