Abraça o Rei!

Domingo XXXIV do Tempo Comum – Ano C

Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo

EVANGELHO - Lc 23, 35-43

Naquele tempo,

os chefes dos judeus zombavam de Jesus, dizendo:

«Salvou os outros: salve-Se a Si mesmo,

se é o Messias de Deus, o Eleito».

Também os soldados troçavam d'Ele;

aproximando-se para Lhe oferecerem vinagre, diziam:

«Se és o Rei dos judeus, salva-Te a Ti mesmo».

Por cima d'Ele havia um letreiro:

«Este é o Rei dos judeus».

Entretanto, um dos malfeitores que tinham sido crucificados

insultava-O, dizendo:

«Não és Tu o Messias?

Salva-Te a Ti mesmo e a nós também».

Mas o outro, tomando a palavra, repreendeu-o:

«Não temes a Deus,

tu que sofres o mesmo suplício?

Quanto a nós, fez-se justiça,

pois recebemos o castigo das nossas más ações.

Mas Ele nada praticou de condenável».

E acrescentou:

«Jesus, lembra-Te de Mim, quando vieres com a tua realeza».

Jesus respondeu-lhe:

«Em verdade te digo: Hoje estarás comigo no Paraíso».

 

Se na última semana fomos desafiados por Jesus a abraçar o Reino, agora, para encheres de plenitude a tua vida, não deixes de abraçar o próprio Rei! Contempla Jesus na cruz: o que vês? Um derrotado ou o próprio Deus, de rosto desfigurado, oferecendo a vida por ti, até à sua última gota de sangue?

Quando fores tentado a seguir os critérios do mundo – de domínio sobre os outros, de arrogância, de orgulho, de grandezas..., lembra-te de Jesus na cruz e… abraça o Rei! Com Ele aprenderás a fazer-te pequeno, humilde, capaz de servir a todos e de perdoar…. Só assim o Reino será realidade!

E quando, apesar de tudo, caíres na tentação… abraça o Rei, Ele abrir-te-á as portas do Paraíso, pois está sempre de braços abertos para te acolher e perdoar, e fazer-te viver uma vida nova!

Abraça o Rei, para que seja Ele a dominar o teu coração e a conduzir-te pelos caminhos do verdadeiro Amor, onde encontrarás a plenitude da Vida!